MONCTON/NEW BRUNSWICK PARA BRASILEIROS

Vocês conhecem a província de New Brunswick?
Sabiam que é a única província oficialmente bilíngue?
Consideramos uma ótima opção pra quem prefere o estilo de vida mais tranquilo das cidades de pequeno a médio porte e, o melhor, para aqueles que procuram custos de vida mais baratos!
E nossa entrevista de hoje é justamente com uma simpática moradora da belíssima cidade de Moncton, Soraia! 

Pra quem acompanha nossas postagens aqui no blog, sabe que nosso planejamento inicial era direcionado às províncias de médio porte e não tão visadas/”tradicionais” aos brasileiros, como são British Columbia e Ontário. Mais especificamente, “namoramos” por um bom tempo Manitoba e sua Winnipeg. Acontece que isso foi no começo deste ano (2015), onde ainda estávamos muito “crus” em relação a informações e oportunidades para uma sonhada imigração canadense. Pra somar a esse fato, entra um fator importantíssimo no planejamento de qualquer um, ao menos acreditamos nós: a disponibilidade financeira. Sim, ainda mais se levarmos em consideração o flutuante valor do câmbio do Dólar Canadense frente ao nosso pobre Real… Pra se ter uma idéia, naquele começo, o Dólar Canadense girava em torno dos seus R$2 – R$ 2,15. Durante o ano, infelizmente, nosso querido Brasil se envolveu em escândalos, desastres e sem falar na incompetência da gestão dos bens público por parte de nossos governantes, fatos que, somados, só desvalorizaram ainda mais nosso Real, fazendo a moeda estrangeira citada atingir patamares de R$2.95-R$3.
Isso nos desanimou bastante, sinceramente. Mas seguindo os conselhos de
alguns colegas Canadenses, resolvemos dar uma olhada em um destino ainda menos procurado e com pouquíssimas informações de brasileiros na região… Foi quando então conhecemos as Províncias Marítimas! E como jámaritimemap falado em outras postagens, realmente os custos nelas nos pareceu muito mais “affordable” dentro de nossas possibilidades. Mas como costumam dizer por aí, às vezes “o barato pode sair caro”… E levando isso em consideração, passaram por nossos pensamentos, assim como sei que  por muitos dos de vocês,  dúvidas do tipo “mas e quem não fala nada de Francês, tem oportunidades em uma província bilíngue?”, “por ser uma província menor, será que há demanda de emprego?”, “e a estrutura dessas cidades, será que consegue seguir os padrões canadenses?, “como é a aceitação com os imigrantes por lá?, entre muitas outras…. O fato é que pesquisamos e temos pesquisado muito, além de procurado Brasileiros que nos possam passar esses tipos de informações, afinal é sempre melhor ter a ajuda de alguém com uma experiência prévia, não é!?
Do que juntamos de informações até agora, ao menos na nossa impressão, é que nessas províncias não falta estrutura, há paisagens de se tirar o fôlego e os brasileiros da região que conhecemos nos pareceram muito simpáticos e prestativos, talvez até mais do que de outras regiões! Aliás, desde já agradecemos à vocês, do grupo do facebook “Brasileiros em Moncton“, em especial à Soraia, que com sua entrevista nos deixou ainda mais ansiosos por nossa partida!
Mas acho que já falei demais né!? Agora, “saboreiem” (pertinente, eh!?rs) a entrevista da simpática Chef Soraia, de Moncton, onde são comentados os tópicos citados além de muitos outros!

moncton para brasileiros

1- POR QUE ESCOLHEU IR PARA O CANADÁ E NB?

Eu nem estava pensando em sair do Brasil, não estava procurando um lugar para onde imigrar. Uma reportagem na Internet sobre o programa canadense de imigração chegou por acaso até mim e esta casualidade aconteceu no momento certo porque, por motivos pessoais, eu estava precisando abraçar um novo projeto de vida. Aquilo me chamou a atenção e à medida que eu fui recolhendo informações foi ganhando corpo até se tornar uma decisão. Eu percebi que o Canadá é o lugar certo para se viver uma vida com mais qualidade, segurança e oportunidades, é um país que abriga uma sociedade mais justa que cultiva o respeito ao ser humano e o senso de responsabilidade. New Brunswick apareceu quando eu comecei a pesquisar os processos provinciais e o fato de ser uma província bilíngue me atraiu. Eu vim fazer uma viagem exploratória por causa de uma possibilidade de emprego e acabei gostando tanto que passei a considerar possibilidade de me instalar aqui. Eu vim do Rio de Janeiro e já tinha em mente que não queria vir para cá para morar em cidade grande. A cidade de Moncton, onde moro, é uma cidade considerada de porte médio dentro dos padrões canadenses, tem uma boa estrutura e oferece ótima qualidade de vida.

2- QUE VOCÊ FAZ E QUANTO TEMPO ESTÁ AÍ?

Eu sou cozinheira, uma profissão que tem uma boa demanda no Canadá e isso me ajudou muito. Eu chequei aqui em dezembro de 2012, ou seja, completo três anos aqui no final deste ano.

3- QUAIS FORAM SUAS PRIMEIRAS IMPRESSÕES?

cores do outono

Uau!  A chegada é um momento muito forte! A gente quer ver tudo,
absorver toda novidade e não sabe como nem por onde começar. Minhas primeiras impressões foram em relação às pessoas, o comportamento, as atitudes das pessoas, mesmo em relação às coisas simples e corriqueiras, educação, honestidade e seriedade e como isto faz diferença para que tudo funcione melhor. O respeito das pessoas em relação umas às outras e à manutenção do bom convívio em sociedade é uma das coisas mais admiráveis. Eu fui muito bem recebida e isto me marcou pra sempre.

4- QUAIS A PRINCIPAIS DIFICULDADES QUE VOCÊ ENFRENTOU NO INÍCIO COMO IMIGRANTE?

Foram muitas dificuldades, nada é fácil no começo! Felizmente fui rua anoitecendosuperando todas elas. O idioma foi a maior dificuldade porque no dia a dia é muito diferente. A gente se sente um pouco perdida também em relação aos hábitos das pessoas, você não conhece como as coisas acontecem, como funcionam, como as pessoas agem. A falta de amigos e um círculo social no começo também é muito difícil. A melhor coisa é se integrar, procurar grupos, associações, clubes, comunidades onde você possa participar de eventos, conviver com diversas pessoas e fazer contatos e amigos. A adaptação a uma vida nova é algo muito pessoal. Aqui em casa somos quatro pessoas e cada um teve seu próprio processo de adaptação. Para uns foi mais fácil e rápido que para outros. Contudo estamos todos muito satisfeitos em viver aqui.

5- SENDO NB UMA PROVÍNCIA OFICIALMENTE BILÍNGUE, VOCÊ ACHA QUE IMIGRANTES COM DOMÍNIO APENAS DO INGLÊS PODEM PASSAR DIFICULDADES?

vermelho e amareloFalando da província como um todo, existem algumas cidades que são quase totalmente anglófonas e outras quase totalmente francófonas. O norte e noroeste é basicamente francês. O sul é mais inglês. E tem as cidades que são bilingues, como Moncton, onde existe uma grande mistura de origens entre os habitantes e uma grande parte da população fala os dois idiomas. Aqui em Moncton quem fala só inglês não passa dificuldades, a comunicação é fácil. Entretanto a falta do francês reduz as possibilidades e oportunidades, tanto na vida profissional como social. Quem é bilingue tem acesso às melhores oportunidades de emprego e ao trabalho no serviço público. Sem falar em cursos, eventos, espetáculos, filmes, etc e mesmo o convívio social, o contato em ambientes onde o francês predomina.

6- MELHOR LUGAR DE MONCTON/NB

Dificil dizer! A cidade é agradabilíssima!
Eu acho o Moncton Market muito interessante, rico, colorido, atraente. Tem coisas lindas artesanais e produtores rurais que vendem sua produção fresca e em grande parte orgânica. Também é um ótimo lugar para comer e tem sempre uma musiquinha rolando. Quando eu quero um lugarzinho calmo pra relaxar eu gosto de ir para o Victoria Park ou para a praça da Garden Hill Avenue, que eu chamo de Praça dos Leões.

Victoria_Park_14moncton para brasileiros

7- SUA ESTAÇÃO DO ANO FAVORITA

Outono, mas quase empatado vem o inverno.

neve na igreja

8- COMO É A RECEPTIVIDADE DOS CANADENSES DE NB COM OS IMIGRANTES?

Eu não tenho do que me queixar. Sempre fui bem
recebida e bem tratada. Vejo isso acontecer com outros imigrantes também. Eu acredito que depende um pouco da atitude do imigrante. Os canadenses são reservados mas são muito amigáveis, é preciso saber respeitar os limites mas não deixar de se aproximar. New Brunswick é considerada pelos próprios canadenses como a província com o povo mais gentil do Canadá.

9- OUVIMOS DIZER QUE NÃO HÁ OFERTAS DE EMPREGO EM NB, VOCÊ CONCORDA?

Existe uma grande quantidade de mão de obra não qualificada na província, para estas pessoas achar emprego é difícil. As pessoas qualificadas se saempredio entardecendo melhor na hora de arrumar emprego. Entretanto nem todas as áreas oferecem oportunidades, existe mais mercado principalmente na área de serviços como turismo, hotelaria e restauração. TI também não é ruim assim como saúde. As vagas não são muitas, mas também há menos concorrência se compararmos a uma cidade grande. A minha experiência pessoal não é ruim. Eu comecei em empregos bem simples, embora fossem na minha profissão, mas hoje tenho um bom emprego e nunca fiquei desempregada. Muita gente sai da província para trabalhar em cidades maiores e nas províncias mais ricas, mas muitos acabam voltando depois de um tempo.

10- VOCÊ TEM VONTADE DE VOLTAR A MORAR NO BRASIL?

Não. O Brasil é o meu país, continua sendo a minha pátria e eu não a renego. Eu sinto mais como se fosse a minha pátria que tivesse me renegado. Aqui eu vivo muito bem, como eu nunca consegui no Brasil. Eu sinto saudade das pessoas e de coisas legais que tem lá, mas é muito mais gratificante viver num lugar onde as coisas funcionam, os cidadãos são mais comprometidos com o coletivo e a gente se sente respeitado.

11- SE PUDESSE DAR UM CONSELHO AOS IMIGRANTES, O QUE DIRIA?

bike floresPense muito nos prós e contras de deixar toda uma vida para trás pois é necessário começar tudo de novo, começar do zero. Vale a pena, mas não é
fácil. Se ainda assim você deseja vir lembre-se que viver num país como o Canadá requer que você se engaje e faça a sua parte, colabore com uma sociedade que vai te receber bem e te dar muitas coisas boas e isso começa nas coisas pequenas como não jogar papel no chão nem fazer barulho sem se importar se vai incomodar o vizinho. Não pense só em colher vantagens, é preciso estar disposto a melhorar ou mesmo mudar seus hábitos para se tornar parte de algo muito bom, desenvolver a melhor versão de você mesmo e desfrutar do prazer que é viver numa sociedade mais justa, respeitosa e aberta à diversidade.

THE END!

Adoramos a entrevista com a Soraia! Todas as fotos foram enviadas por ela! Não são lindas?!! Esperamos que tanto a entrevista quanto as fotos possam ser úteis e motivadoras para vocês quanto foram para a gente! Muito Obrigado, Soraia!

Abraços galera! 🙂

Mari, Vitor e Whisky

Anúncios

15 comentários em “MONCTON/NEW BRUNSWICK PARA BRASILEIROS

  1. Olá,
    Estou muito inclinada a escolher NB como minha primeira opção . Esta postagem foi muito válida pra mim, porque, assim como Soraia, também sou cozinheira.
    Vcs podem disponibilizar o contato dela?

    Agradeço antecipadamente,

    Alzira Maciel

    Curtir

    1. Olá Alzira! Tudo bem? O único contato que temos com ela é através do grupo no facebook, inclusive além da Soraia, que foi super atenciosa conosco, os outros brasileiros também são muito prestativos! É o grupo do facebook Brasileiros em Moncton, sugiro que você entre lá que com certeza irão te ajudar!! 🙂
      Abraços!

      Curtir

  2. Parabéns Mari e Vitor pela postagem, muito bom e me emocionei com as palavras da Soraya, pois ela expressou bem tudo que todos sentem quando pensam em sair daqui do Brasil.
    As dicas são ótimas e continuem, pois não temos muitas informações sobre Moncton!

    Curtir

  3. Pessoal achei a página de vocês muito arretada! Minha noiva e eu estamos passando pelo que vocês passaram e muito gratificante encontrar várias informações e pesquisas disponíveis aqui no #whiskycomgelo. Estamos avaliando ainda Winninpeg, St John e Mocton… Vocês já têm previsão de ida?
    Estou indo pro Fb me juntar à comunidade de Mocton e tirar mais dúvidas,
    Abraços.

    Curtir

    1. Olá Paulo!!

      Que bom que nossas pesquisas estão ajudando um pouco vocês!!!
      Esse é o intuito do blog e com certeza tbm recebemos muitas ajudas e dicas dos leitores!!=)
      No momento estamos aguardando o College nos enviar a Letter of Acceptance pra que possamos dar entrada nos vistos! O pior é que o tempo já começa a ser nosso inimigo, e se essa LoA demorar muito vamos ter que esperar o ano que vem…

      Isso, entra na comunidade Brasileiros em Moncton, o pessoal lá é ótimo!!!

      Abraços e sucesso à vc e noiva!!!

      Curtir

  4. Olá , adorei as dicas. Minha filha (14 anos) está indo fazer um intercâmbio em New Brunswick no Canadá e confesso , estou mais ansiosa do que ela kkkkkkkkkk.
    Mas creio que irá gostar bastante. É uma experiência única, e não podemos perder esse tipo de oportunidade!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s